segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Pai!



Quando eu era criança, eu sabia que sempre que eu me senti-se desprotegida era só pensar que eu tinha um pai! Quando alguém me incomodava na escola, eu dizia que iria contar para meu pai, ou "não mexe comigo não que meu pai é polícia!"





Hoje o que vejo é isso, todas as vezes que me sinto desamparada eu me lembro que tenho um pai, que pode curar todas as minhas feridas e angústia. Alguém nao mediu esforços para me ver feliz.

Desejo a todos os pais um dia, uma semana, um mês, um ano... uma vida repleta de bençãos e que todos os filhos se orgulhem em ter alguém para chamar de pai.

E aqueles que nao tem um pai terreno, olhem para o céu pois Deus é seu pai.





Amamos todos vocês, mesmo nao dizendo!